sábado, 29 de setembro de 2007

Sobre mim

É meus amigos, chegou a grande hora, vou falar mal de mim, sim, sobre como é ser eu. Já vou adiantando que tem vantagens em ser eu, só que são tantas que eu não vou citar, vamos falar do que é viver na minha pele.
Cara, pra ser eu tem que ter colhões (é o mesmo que saco ignorantes), porque o que eu enfrento não é fácil, tenho que matar um leão por dia pra não matar todo mundo, tenho que aturar reclamação, pressão, aporrinhamento e a cara das pessoas com as quais convivo, é um tipo de desafio pra mim não explodir, por que? Bom, imagine um guri retardado de 10 anos te torrando as bolas o dia todo, uma família que não faz muita coisa a não ser te criticar, te cobrar e te tirar do sério, colegas de sala que são uns putos, eu olho pra minha sala de aula todos os dias, e a cada dia mais eu percebo que está cada vez pior, não gosto de ninguém naquele lixo, e tem mais, eu não sei ser harmonioso com ninguém, porque ninguém me aguenta, costumo dizer que as amizades comigo tem na sua maioria das vezes um prazo de validade, venceu fudeu.
E nem falei dos meus professores, vou ser óbvio e falar da Solange, a desgraçada me odeia, e a recíproca é verdadeira, o que é lindo, eu não suporto mais o rosto da maldita, ela não sabe porra nenhuma de inglês sejamos sinceros, nem falar ela sabe, sem contar que se sente a velha moderna, deu aula pra Dercy Gonçalvez, que é outra vadia, mas não vem ao caso, tem uma porção de coisas que me irritam, e nem cabem aqui, e não tem lado bom nisso, ser eu é ter que enfrentar o stress diário, é ter que aturar um hospício, é ter que ver a cara de um monte de gente odiável todos os dias, é se sentir mal por nenhum motivo, é aturar ingratidão, é aturar professores que te odeiam, irmãos chatos, músicos metidos, internautas otários, nerds, cabaços, gente te atrapalhando o tempo todo, o ódio é sobre todas as coisas, ser eu é viver em dúvida, é aguentar a tua mãe, aquela escrota! Ser eu é ser músico sem guitarra nem violão, sem equipamento nem banda, sem emprego, sem estúdio e sem esperança, ser eu é não ser alvo de confiança, é ser subjulgado e impaciente! PUTA QUE PARIU! SER EU É SER UMA MERDA!
Mas me pergunte se eu me troco por você? NUNCA! Inseto...

Ass: Robson Jr, estressado, impaciente, a beira de um ataque de nervos, faz uma semana que não falo com a minha menina, to no limite!

2 comentários:

dedodeouro 30 de setembro de 2007 11:22  

mano! valew! por participar da campanha Bala Não é troco! sou dono do

http://dedodeouro.blogspot.com!!!

aew! seu blog ta massa! continua mano!

Robson Jr. 30 de setembro de 2007 15:26  

Valeu cara, a campanha é massa, tem mais é que espalhar mesmo!
Seu blog é muito bem bolado, qualquer coisa estamos ai!
Valeu!

Esse blog foi feito...

Para pensadores esclarecidos, ou não...
Para poetas clássicos, ou não...
Para leitores convictos, ou não...
Para você, ou não...
Para mim, ou não...
Para sua mãe, sempre!

  © Blogger template 'Star Wars' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP