domingo, 25 de maio de 2008

"Eu como até a carne de Cristo se estiver com fome"


Eu adoro churrascaria, sério, comer um baita pedaço de carne que já foi de algo vivo meche comigo. O lance é que eu estava vendo TV e parei numa discussão entre vegetarianos e “carnívoros” que tava rolando no programa do Lobão. Fiquei vendo e rolando de rir das idiotices, tais como dizer que comer carne é o sinal de que homem não está evoluindo. O vegano disse que os bois são mortos na paulada! Na paulada meu irmãozinho! Hahahahaha!

O mais engraçado é que eles usam o argumento de proteger a natureza pra isso. Ta bom então. Imaginem se de repente deu uma doida e todo mundo virou vegetariano, a primeira coisa que iria ocorrer seria um aumento ridículo na população de bois, galinhas, porcos e tudo que é bom e comestível com um bom tempero. A outra coisa é que esse desequilíbrio ecológico ia causar um problemão. Porque se ninguém come carne ninguém cria boi cara, e se ninguém cria boi a boiada não vai ter o que comer. Lindo.

Outro fator a ser observado são os hábitos alimentares humanos. Sim, existem vegetais que substituem a carne, sim, mais são caros e pra fazerem o mesmo papel da carne o cara tem que comer uma tonelada de alface, duas toneladas de brócolis e fazer o lanche com uma árvore. Agora vem cá, se o pobre não consegue comprar cinco quilos de arroz imagine comprar um caminhão de vegetais pra substituir um quilo de carne, é impossível.

Ser vegetariano é legal, bonito e tudo, acho fofo quem ama as vaquinhas e tal, mas os hábitos vegetarianos não se abrangem a sociedade pobre, ou seja, só é legal pra uma minoria com dinheiro pra bancar a dieta. Saindo dessa aura o lance é uma escolha natural, se alimentar de produtos de origem animal é natural a nossa espécie, quer queiram quer não queiram.

Então podem falar as merdas que quiserem que eu não to nem ai, odeio “vegetarianismos” e adjacentes e vou continuar comendo meu bife mal passado no almoço! Com a palavra o animal carnívoro Alex:


“Você come carne? Eu como sim essa porra, como porque eu preciso sobreviver e como por puro instinto, porque eu sei que se um leão tivesse na minha frente, faminto, ele me devoraria também. e com muito gosto, e ainda usaria minha costela pra limpar o dente.

Mas o que faz uma pessoa não se alimentar de carne? Os vegetarianos, por exemplo, bando de doido, queria jogar todos eles numa savana africana bem na toca dos leões para ver se eles conseguiriam convencer os leões que sermos carnívoros é ser malvado.

E ainda tem aqueles vegetarianos chatos que são chatos pra cacete e ficam te aperreando pra não comer carne como um padre pedindo pra você ir pra igreja, ô raça miserável do cacete, vão pro inferno, eu como até a carne de cristo se estiver com fome."

A partir de hoje O Império do Mal começa uma campanha pró – carne, porque o porco tem mais é que morrer!

Ass.: Robson Jr – Viva o Brasil e suas idiotices. Fede, é feio, mas é a casa da gente.

6 comentários:

Mr. Purple 25 de maio de 2008 20:22  

Uhúuúuú...

*Talitinha 26 de maio de 2008 15:04  

Ó céus.
Ah gente, acho que é tudo muito opcional. Não tenho nada contra quem não come carne, até porquê eu já fui "ovolactovegetariana" (alguém que não se alimenta de carne de nenhum tipo, porém desfruta das origens animais como leite, ovos e derivados), mas foi por causa da filosofia da igreja e pela idade. A partir do momento em que disseram, não comemos por isso, você é quem escolhe, eu escolhi a carne. O mais importante é isso. Ser livre para escolher.

O cara que trabalha com o computador aqui de casa, é vegetariano por mais livre e espontânea vontade. O problema é que esse tipo de pessoa (como ele) acredita que só o que ele pensa está certo e mais nada. É o tal do radical. Quer enfiar a qualquer custo a idéia de que matar uma vaca é maldade na sua cabeça. E não tá nem aí. Chega a ser chato, impertinentemente desagradável.

Realmente é caro ser vegan, mas nem tanto. A carne que comíamos - um tal de glúten de soja - é feita em casa e bem fácil, com poucos ingredientes. É um tipo de substituto da carne. Mas o fator biológico ainda prefere a carne que possui mais proteínas, a de origem animal.

Não há como negar que a carne de verdade surte mais efeito e dá mais sustança. Além do mais, nosso estômago não digere "folhas".
O único cuidado seria, não nos tornarmos carnívoros RADICAIS assim como os chatos dos vegetarianos, afinal, se vemos neles o erro, que mudemos para não fazer igual.

Mr. Purple 26 de maio de 2008 20:48  

ou seja...

FUZILAMENTO NO PAREDÃO!

claudio 22 de fevereiro de 2009 11:36  

Só DEUS PRA TER MISERICORDIA DE UMA PESSOA COM ESTE robson jr QUANTA BESTEIRA SAI DA BOCA DE UMA PESSOA TÃO PEQUENA ,NÃO SE APROVEITA NADA DESTE COITADO E INFELIZ ,QUE É CAPAZ DE FALAR BESTEIRAS ATÉ DE SEU CRIADOR,MAS LEMBRE SE robson jr ,QUE VIVEMOS EM UM PAIS LIVRE DA QUAL VC MESMO FALA QUANTAS BESTEIARS VC QUISER E NINGUEM TEM NADA COM ISSO.

AGORA PRESTE ATENÇÃO DO QUE EU ACHO DA SUA CABEÇA OLHE O TAMANHO DO SEU NOME NO TESTO A CIMA (MINUSCULO)

AGORA PEÇA PERDÃO A DEUS PELO O QUE VC DISSE EM TÃO CURTO TEMPO QUE MAIS TARDE NÃO VEM SER UM PESADELO.

Agatha F. 28 de maio de 2010 23:25  

Você é uma pessoa triste.

balade 29 de setembro de 2011 21:07  

ta atraindo fanaticos religiosos com o titulo da postagem

Esse blog foi feito...

Para pensadores esclarecidos, ou não...
Para poetas clássicos, ou não...
Para leitores convictos, ou não...
Para você, ou não...
Para mim, ou não...
Para sua mãe, sempre!

  © Blogger template 'Star Wars' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP